Chez Altamiro

ALTAMIRO GERALDO NUNES FILHO, nasceu em Florianópolis em 31 de março de 1965 no bairro de São João no Rio Vermelho, local colonizado por açorianos. Filho de agricultores proprietários de engenhos de farinha, os quais ainda estão em funcionamento. Em 1987, Altamiro morava em uma pousada com sua companheira, que sempre preparava uma caldeirada de frutos do mar para a comemoração do reveillon. Em 1988, encontrava-se hospedada uma decoradora de São Paulo, a qual se prontificou em preparar um chutney para servir com vitela. Por ironia do destino, o molho desandou ao ponto de deixa-la irritada.


Foi quando Altamiro percebeu que algo estava errado e perguntou o que estava acontecendo. A moça respondeu que o molho estava tão ácido que se tornava insuportável ao paladar e que já havia adicionado açúcar e nada havia mudado. Altamiro então responde "você esta fazendo tudo errado, não se corrige acidez com açúcar; acidez corrige-se com base (oposto ao ácido )". A hóspede lhe pergunta: -E o que é "base "na cozinha? Altamiro lhe diz que não sabe mas que gostaria de olhar os temperos que haviam ali. Altamiro, que nesta época mal entrava na cozinha, encontra bicarbonato de sódio e oferece a ela que lhe responde com desafio: -Não tenho tempo para experiências, tente você salvá-lo! Altamiro aceita o desafio, coloca duas colheradas de bicarbonato e o molho começa a reagir, começa a querer sair da panela, ele mexe bastante e, quando termina a reação, percebe que o molho está muito doce e adiciona um punhado de sal ... pronto! A decoradora volta à cozinha e Altamiro lhe diz que nada mais podia ser feito, mas que provasse o molho. Provando-o ela constata que aquele era o ponto exato do molho e pede que ele tempere as vitelas. Altamiro responde dizendo que mal sabe fritar um ovo, imagine temperar vitela, a decoradora lhe dá a sentença: -"Quem salva este tipo de molho faz qualquer coisa na cozinha ", então ele tempera a vitela e serve ao molho chutney, que foi sucesso naquele reveillon. A partir daí, Altamiro começa a estudar tudo sobre cozinha e gastronomia em livros, revistas, jornais. Em 1993, uma amiga possuidora de uma assadeira de frango ( televisão de cachorro ) não tinha onde colocá-la. Altamiro oferece a varanda de sua casa. Sua amiga só aceita se formarem um sociedade e esta dura somente três meses quando a sócia vende a assadeira . Nessa época já vendia cerveja aos clientes enquanto esperavam os frangos ficarem prontos. Altamiro da o nome de Barganha's a sua casa e segue servindo porções de camarão, frango à passarinho, sanduíches etc. Passados seis meses, um cliente pergunta-lhe se não fazia pizzas, este responde que sim, embora não as fizesse. Altamiro vai para a cozinha prepara a massa, a cobertura, assa e leva ao tal cliente que acha ótima. Outros clientes pedem pizza; nesta noite foram mais três. No outro fim de semana já havia um cardápio com quarenta sabores de pizza, sucesso garantido. Mas Altamiro queria mais. Altamiro já estava cansado de vender cervejas, devido a má energia que flui no ambiente: por mais que limpasse sempre restavam vestígios e, morando no local, não se sentia bem com isso. Nesse período, durante o happy hour, alguns clientes pediam a Altamiro para inovar servindo-lhes pratos um pouco mais sofisticados e esse foi o primeiro passo para o surgimento do CHEZ ALTAMIRO, inaugurado em 14 de julho de 1995, coincidentemente data comemorativa da queda da Bastilha. No primeiro ano, além dos pratos da cozinha internacional, Altamiro manteve na última página do menu oito sabores de pizzas que no momento de transição do bar para restaurante foi de grande valia. Assim Altamiro conseguiu selecionar sua clientela e agora, com quase 19 anos de funcionamento, podem desfrutar de pratos requintados elaborados a partir de foie gras, trufas, patos, perdizes, salmões, faisões, etc. Quando os clientes perguntam onde Altamiro aprendeu a cozinhar, este responde: "em outra encarnação". Um aspecto inusitado é que o restaurante Chez Altamiro é um dos únicos restaurantes de cozinha francesa de Florianópolis, local predominantemente conhecido pela sua culinária açoriana.